Turista em São Paulo

 

















Como São Paulo é minha cidade por adoção - nasci no interior do Estado e não posso negar por que está escrito na minha certidão de nascimento - algumas vezes, por mais que viva aqui mais da metade de minha vida, fico me achando turista. Principalmente quando posso estar por aqui num feriado, num domingo de sol e desfruto daquelas "delícias" inebriantes que só esta cidade oferece. 
Calma, calma, cada cidade tem as suas.
(Vem por aí, em meus próximos textos, minhas incursões nesta adorável cidade!)

Noite dessas quando recebi para jantar meus mais novos "amigos de infância", ganhei o livro Cartas Extraviadas da Martha Medeiros da minha comadre Cris. Ela comentou que a Martha escreve poesia com sabor de crônica e que nossa nova "amiga de infância" Tonha Demasi escreve prosa com sabor de poesia!!
Eu, que depois que o bom senso me visitou após a adolescência, deixei de fazer poesia - metricamente falando; e na maioria das vezes...
Revirando gavetas "dei de cara" com esta mais atual. Por hoje ser feriado... 

Em São Paulo eu sou turista
Eu sou artista, sou visita
E sou paulista.
Faço massagem na rua
Tomo café na padaria.
Caminho no Trianon
E por toda a Avenida Paulista.
Vasculho as prateleiras da Cultura.
"Encontro" Gilberto Salvador
E a Arte Naif
No silêncio de alguma galeria.
O múltiplo e o diverso!
Moro aqui
E vivo o que São Paulo me oferece.
Sou empresára e designer!
Espectadora e atriz!

6 comentários:

Aldine Müller disse...

Carina
Estou adorando seu texto e comentarios!
Bjs Aldine Muller

Cinthia disse...

Karina, adorei! Aliás, temos a mesma condição de turista, mas realmente sinto que aqui tem sido meu lugar desde 77..... acho que antes de vc, né?? bjss

Caderninho de Viagem disse...

Aldine
Que bom ter você como leitora!
Quem sabe dentro dos meus planos de produzir teatro, dia desses meus textos são adaptados e você encena!!
Comente sempre que quiser.

Cinthia
Sou turista aqui desde 79 e confesso que é muito bom.

Beijos as duas
Karina

Caderninho de Viagem disse...

Therezinha Furtado Gomes para mim

"Ô Gata, adorei como sempre o que você escreve. Mas a ignorância aqui não sabe o local do comentário "ao vivo". Tentei,juro que tentei, mas não achei. Naturalmente que escrevi m lugar errado. Então vai tipo e-mail.Vou me sentir muito orgulhosa quando receber a noticia de publicação de seus livros. Beijão. TÊ"

Nancy disse...

I have always felt your love for your adopted city, more than many people I know who were born there. My children who were born and raised where we live now have that love for this city....I have no city I fee that much attachment to-- I wish I did ....

your friend

Nancy

Karina Achôa disse...

Recebi e compartilho:
"Adorei o poema do Turista,eu preciso um dia fazer o mesmo."
Tony Moran

assine o blog!

Digite seu endereço eletrônico abaixo e receba novos posts por email:

Delivered by FeedBurner

seguidores